Início » Blog

Novidades da Fontech

Rússia oferece conexão de internet para a Coreia do Norte após DDoS dos EUA

por Fontech Fontech Nenhum comentário

Como citamos ontem (03), indicando uma diretiva assinada pelo presidente norte-americano no começo do ano, os EUA atacaram a Coreia do Norte com ações cibermilitares, como ataques de negação de serviço para mutilar uma agência espiã.

Para não deixar o país no escuro, caso um ataque maior aconteça, a Rússia começou a fornecer uma rota de internet para a Coreia do Norte nesta semana, de acordo com o Security Week. A ação praticamente prova o que Eugene Kaspersky, CEO da Kaspersky, comentou em nossa entrevista: “Estamos vivendo uma Guerra Fria não tão fria no momento”.

A conexão entre Rússia e Coreia do Norte está acontecendo por uma estrada de ferro (ponte) que liga os dois países

Segundo o 38North, uma grande companhia de telecomunicações da Rússia, a TransTeleCom, começou a fornecer conexão de internet para a Coreia do Norte. O relato diz que o novo link entrega subsídios que eram fornecidos pela China — além disso, que será um backup para Pyongyang durante os ataques DDoS supostamente realizados pelos Estados Unidos.

A companhia que garante a nova rota para a Coreia comentou o seguinte: “A TransTeleCom (TTK), historicamente, possui uma conexão com a rede de comunicação da Coreia do Norte em parceria com a Korea Posts e a Telecommunications Corp, que foi assinada em 2009”.

Acredita-se que a conexão entre Rússia e Coreia do Norte está acontecendo por uma estrada de ferro (ponte) que liga os dois países, nas cidades de Khasan (Rússia) e Tumangang (Coreia).

Ciberguerra
Um ataque DDoS realizado por uma potência como os Estados Unidos podem desde deixar um departamento ou agência no escuro por algum tempo, sem poder de monitoração, como até mutilar qualquer capacidade de ciberataque ou retaliação do adversário por um tempo.

Os EUA realizarão mais ataques DDoS?

Caso você não saiba, os ataques de negação de serviço, DDoS, são feitos para inutilizar sistemas, deixá-los indisponíveis. Isso é feito pela invalidação de servidores por sobrecarga. Quer exemplos? Você deve lembrar quando a Sony PlayStation Network e a Microsoft Xbox Live ficaram fora do ar um bom tempo por causa desse modus operandi.

Agora, com uma conexão de internet fornecida pela Rússia, ataques de negação de serviço (DDoS) realizados pelos Estados Unidos podem diminuir ou cessar completamente — afinal, outra nação, além da Coreia do Norte, seria alvo.

Fonte(s): 38North

Language »